Emagrecendo

especial

Frutas Liofilizadas! A nova mania de quem se preocupa com a boa forma

Terça, 01 Novembro201118: 33 - C20111100000000Terça30UTC 063030p://p06p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_814R/f000000112011-11-01T18:33:00+00:003033201111.01pm30UTC.p06p

Naturais e de baixa caloria, conquistam a todos pelo sabor e praticidade.

Publicado em A Balança e Você

Óleo de coco, aliado da boa saúde.

Terça, 01 Novembro201118: 13 - C20111138000000Terça30UTC 063030p://p06p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_801R/f000000112011-11-01T18:13:38+00:003013201111.01pm30UTC.p06p

Auxilia na regulação da função intestinal, diminui os níveis de LDL (o colesterol ruim), e ainda ajuda a emagrecer!

Óleo de coco extravirgem é um produto 100% natural que pode se tornar um grande aliado de sua saúde.  

Segundo recentes estudos científicos já estão comprovados diversos benefícios como:

•    redução de gordura abdominal
•    colabora no processo de emagrecimento, 
•    fortalece o sistema imunológico, 
•    auxilia na regulação da função intestinal, 
•    diminui os níveis de LDL (o colesterol ruim), 
•    aumenta os níveis de HDL (o bom colesterol), 
•    protege contra doenças cardiovasculares, 
•    pela sua ação antioxidante, reduz o processo de envelhecimento.
    
Mas atenção, apesar de mais resistente que outros óleos, ele não deve ser submetido à altas temperaturas. 

Dica da Nutricionista do Emex:

Use o óleo de coco em preparações frias como saladas e sucos e na finalização de pratos quentes, a fim de preservar sua riqueza de nutrientes. Você pode também usá-lo como hidratante para a pele.

Priscila Crivelaro - Nutricionista do EMEX - CRN- 28693/P

ONDE ENCONTRAR:

• Shopping EMEX

Óleo de Coco. Clique aqui!

Demais produtos acesse:
shopping.emex.com.br

• Emex – Nutrição Orientada

Rua: Barão do Triunfo, 348
Brooklin Paulista - São Paulo
Tel.: 11 5096.1626

Horário de Funcionamento:
- Segunda à Sexta: 08h00 às 20h00
- Sábados: 09h00 às 14h00

Publicado em A Balança e Você

Gripe AH1N1

Terça, 01 Novembro201115: 50 - C20111157000000Terça30UTC 033030p://p03p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_702R/f000000112011-11-01T15:50:57+00:003050201111.01pm30UTC.p03p

Veja 10 dicas para aumentar a sua imunidade e se proteger da gripe

Publicado em Sua Saúde

Você gosta de comida muito gordurosa?

Terça, 01 Novembro201115: 45 - C20111114000000Terça30UTC 033030p://p03p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_698R/f000000112011-11-01T15:45:14+00:003045201111.01pm30UTC.p03p

Estudos apontam que comida gordurosa afeta corpo e cérebro ...mesmo antes do ganho de peso.

Comer alimentos gordurosos parece exercer efeito adverso quase imediato sobre a memória e o desempenho em exercícios, segundo novos estudos com ratos de laboratório e seres humanos.

Novas pesquisas mostram que as comidas gordurosas, mesmo que consumidas por apenas alguns dias, podem afetar o corpo e o cérebro bem antes que o ganho de peso se torne aparente, segundo Andrew Murray, professor de fisiologia na Universidade de Cambridge, Reino Unido. "A rapidez desses efeitos é realmente notável."

Os efeitos de curto prazo de uma dieta com alto teor de gordura em humanos parecem semelhantes aos encontrados nos estudos com ratos: declínio no desempenho físico e na função cognitiva.

Não está claro por que alimentos gordurosos causariam declínio na função cognitiva. Mas, uma teoria é que uma dieta com teor elevado de gordura poderia ativar resistência à insulina, o que significa que o corpo se torna menos eficiente no uso de glicose, ou açúcar do sangue, componente importante da função cerebral.

A comida gordurosa parece ter efeito em curto prazo sobre o desempenho em exercícios porque o corpo reage ao alto teor de gordura no sangue liberando proteínas que, essencialmente, tornam o metabolismo menos eficiente. "Acredita-se que seja um mecanismo protetor para eliminar o excesso de gordura", disse Murray. "Mas isso torna os músculos menos eficientes no uso de oxigênio e combustível para produzir a energia necessária a se exercitar."

As constatações são especialmente relevantes para quem não se preocupa com o ocasional consumo excessivo de alimentos gordurosos porque se exercita regularmente. "Se você come até se fartar porque costuma correr, isso limita seu desempenho", disse Murray.

Publicado em Sua Saúde

Vitamina é bom? Em excesso NÃO!

Terça, 01 Novembro201115: 25 - C20111128000000Terça30UTC 033030p://p03p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_684R/f000000112011-11-01T15:25:28+00:003025201111.01pm30UTC.p03p

Orientações nutricionais são essenciais para que você tenha uma alimentação equilibrada.

Sem dúvida, a saúde depende de um cardápio balanceado e nenhum alimento (sozinho) completa todas as necessidades. As refeições precisam ser compostas por um conjunto de nutrientes, vitaminas e sais minerais variado, daí a importância do profissional de nutrição.

Algumas vitaminas são importantes para o funcionamento ideal do organismo, mas precisam ser administradas em pouca quantidade. Se ingeridas em excesso passam a causar complicações e esse processo é conhecido como hipervitaminose, ou seja, toxicidade por vitamina. Comer demais pode causar um desequilíbrio entre a ingestão de nutrientes essenciais e a necessidade do corpo. Esse tipo de distúrbio é chamado de hipernutrição. Além da quantidade exagerada de comida, o alto número de vitaminas ou outros suplementos alimentares contribui para esse quadro, que pode levar à obesidade. Não é correto, porém, afirmar que todos os obesos são hipernutridos, já que o sobrepeso envolve outros fatores além da alimentação inadequada, como tendência genética ou hereditária e falta de atividade física.

Há casos de pessoas consideradas magras e que apresentaram índices elevados de determinada vitamina.

Por isso, a restrição de alimentos por completo e em grande escala, aliada a um cardápio feito de forma inadequada onde prevalecem apenas alguns nutrientes, deixa de ser um processo de emagrecimento (ou manutenção da boa forma) para torna-se um grave problema.

Para se ter uma idéia, a cota alimentar recomendada da dose diária de vitamina A (encontrada em frutas como o mamão, manga, pêssego, além de legumes, como a cenoura), por exemplo, é de 900 mcg para homens e 700 mcg para as mulheres. Isto corresponde (tanto para homens quanto para mulheres), a uma refeição composta de: 30g de cenoura crua, ou 250g de melão-cantalupo, ou 200g de manga. Se esse índice for ultrapassado constantemente, a pessoa pode sofrer consequências como vômitos, náuseas constantes, pele seca, gengivite e fadiga. Além disso, a vitamina A em excesso pode causar estomatite e inflamações na região da boca.

O exagero de sais minerais também pode ser um perigo à saúde. A castanha do Pará, uma das principais fontes de selênio, deve ser consumida moderadamente, algo em torno de 2 a 4 unidades por dia. O excesso (considerado de 6 a 8 unidades diárias, durante um mês) pode levar a um distúrbio gastrointestinal, fadiga e até mau hálito com odor de alho.

Os sintomas e a intensidade das consequências causadas por esses excessos variam de acordo com a sensibilidade de cada organismo em metabolizar e processar esses “abusos”.

Publicado em Sua Saúde

Alimentação saudável SIM, Obsessão NÃO!

Terça, 01 Novembro201115: 23 - C20111151000000Terça30UTC 033030p://p03p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_683R/f000000112011-11-01T15:23:51+00:003023201111.01pm30UTC.p03p

A ortorexia pode atrapalhar o emagrecimento e os reais benefícios da boa forma. Entenda!

Se preocupar com o peso e balanceamento ideal das refeições é fundamental para a boa forma e qualidade de vida, porém quando esse valor torna-se uma inquietação descontrolada e excessiva aí pode ser um problema. A ortorexia pode ser definida como transtorno alimentar, caracterizada pela obsessão em controlar tudo que se come, onde os pensamentos sempre são voltados à saúde, alimentação e dieta.

As pessoas que sofrem desse distúrbio ocupam boa parte do tempo refletindo sobre dieta e tudo aquilo que é relacionado à nutrição. Ao observar um produto ou alimento, não analisa apenas o número de calorias, vitaminas, etc, mas sim todo o resto (composição, preparação, origem e, em alguns casos, até de que forma é realizada a comercialização dos alimentos). Caso haja na comida algum vestígio daquilo que não considera bom (mesmo que seja uma porcentagem mínima), como, por exemplo, a gordura saturada, a pessoa que apresenta tal distúrbio já descarta a refeição e não ingere nem ao menos uma porção considerada pelos profissionais de nutrição como segura e inofensiva. O ortoréxico também costuma ler detalhadamente os rótulos antes de comprar ou consumir um produto, e tem uma desconfiança exagerada dos alimentos preparados em restaurantes.

Em alguns casos, tais comportamentos influenciam na vida social da pessoa, pois o indivíduo pode distanciar-se daqueles que não seguem ou concordam com suas regras e ideais de cultura nutricional.

A restrição total nunca é boa. Não há alimentos proibidos no programa de reeducação alimentar do Emagrecendo. A nossa proposta também é fazer você conhecer e entender como agem no organismo alguns nutrientes presentes nos alimentos. A obsessão em manter uma alimentação perfeita, portanto, pode ter o efeito contrário: desequilíbrio de nutrientes. Qualquer alimento em excesso é ruim à saúde. Daí a importância da alimentação balanceada e a orientação adequada do nutricionista. Ele sim é o profissional ideal para tornar sua alimentação mais saudável e correta.

Publicado em Sua Saúde

Dor? Deixe ela bem longe!

Terça, 01 Novembro201114: 48 - C20111148000000Terça30UTC 023030p://p02p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_658R/f000000112011-11-01T14:48:48+00:003048201111.01pm30UTC.p02p

Boa Forma, hábitos alimentares saudáveis e atividades físicas são essenciais para evitar desconfortos.

De acordo com os dados de um estudo feito pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), a dor crônica (aquela que persiste por mais de três meses) atinge 34% das mulheres e 20% dos homens que foram entrevistados. Pessoas com sobrepeso e obesidade apresentaram maior prevalência de dor crônica. Cerca de 40% dos obesos e 30% dos que tem sobrepeso indicaram ter o problema.

As dores mais comuns são relacionadas a problemas na coluna (22,1%), dor de cabeça e enxaqueca (19,6%), ansiedade e outros transtornos psiquiátricos (14%) e depressão (9%). A professora de enfermagem e coordenadora do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas e da Faculdade de Saúde Pública da USP, Karine Leão, explica que a dor o stress, a obesidade e o sobrepeso, além da falta de exercícios físicos são causas da prevalência de dor crônica. “O corpo humano é uma máquina que tem que estar em movimento sempre. A atividade física tem que ser constante”.

Portanto, fica evidente a necessidade que todos têm em cuidar do próprio corpo, levando em consideração uma alimentação balanceada, cultivando a boa forma e evitando problemas e desconfortos causados pelos fatores do sobrepeso. O Programa de Reeducação Alimentar do Emagrecendo proporciona orientações na medida certa para você se alimentar com saúde, qualidade e da maneira ideal para atender suas necessidades nutricionais, favorecendo também a sua saúde corporal!

Publicado em Sua Saúde

Alimento nutritivo é saúde!

Terça, 01 Novembro201114: 45 - C20111140000000Terça30UTC 023030p://p02p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_656R/f000000112011-11-01T14:45:40+00:003045201111.01pm30UTC.p02p

Conheça alguns alimentos que podem auxiliar na função cardiaca, resistência, beleza e juventude!

Saúde é coisa séria. Atualmente, as pessoas se preocupam cada vez mais com o bem estar e como se adaptarem a comportamentos que promovam a qualidade devida. Sem dúvida, a alimentação equilibrada é também uma maneira de contribuir para o seu corpo, inclusive evitando enfermidades que poderiam surgir por contada deficiência nutricional, como a falta de algum tipo de vitamina ou mineral, que deixa o corpo mais fraco e suscetível à ação de vírus e bactérias.

Conheça um pouco sobre a boa alimentação:

Coração Fortalecido

Castanha do Pará, caju, nozes e amêndoas são ricas em gorduras boas e nutrientes que contribuem para a função cardíaca.

Mais Resistente!

Frutas como abacaxi, acerola, mexerica, laranja e limão são ótimas fontes da vitamina C, que dentre outros fatores agem na atividade dos glóbulos brancos do sangue, reforçando o sistema imunológico.

Beleza e Juventude

Brócolis, cenoura e abóbora são bons exemplos de vegetais e legumes com atividade antioxidante que protegem o corpo contra os radicais livres, moléculas reativas que em excesso causam prejuízos ao organismo, como o envelhecimento precoce.

Lembre-se que para ficar por dentro das propriedades nutricionais e funcionais dos alimentos, bem como os benefícios à saúde e como incorporá-los à sua dieta diária, a orientação de um nutricionista é fundamental. No Programa de Reeducação Alimentar do site Emagrecendo você poderá contar com informações valiosas e individuais sobre os tipos de alimentos e quantidades a serem ingeridas, para aproveitar ao máximo o que eles têm a oferecer.

Publicado em Sua Saúde

Descubra alguns alimentos com propriedades medicinais!

Terça, 01 Novembro201114: 21 - C20111148000000Terça30UTC 023030p://p02p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_640R/f000000112011-11-01T14:21:48+00:003021201111.01pm30UTC.p02p

Eles não “curam”, mas previnem e combatem doenças como a gripe!

Quem nunca pegou aquele resfriado e ouviu a expressão: “ah, para você ficar bem, só resta agora muita vitamina C e cama!”? De fato a ciência conseguiu comprovar os efeitos benéficos e as propriedades medicinais de alguns alimentos ricos nesse tipo de nutriente, que auxiliam diretamente na prevenção de doenças, como a gripe.

Frutas como abacaxi, acerola, mexerica, laranja e limão são ótimas fontes da vitamina C, que dentre outros fatores age na multiplicação dos glóbulos brancos do sangue, reforçando o sistema imunológico. Portanto, esses alimentos cítricos melhoram a imunidade celular contra corpos estranhos, microorganismos e células doentes, evitando assim a incidência de gripe. Há outras boas fontes de alimentos com a mesma propriedade que são combatentes dos espirros e da coriza, como, por exemplo, hortaliças, chás, trigo e peixes.

"o nutricionista pode orientar sobre como incorporar os alimentos certos à sua dieta e, assim, aproveitar ao máximo o que eles têm a oferecer em relação à saúde "

Além das doenças infecciosas causadas por fungos, bactérias e vírus, as crônicas como (câncer, cardiopatias, catarata e diabetes) também podem ser prevenidas por meio das refeições. Alimentos com atividade antioxidante protegem o corpo contra os radicais livres e ajudam a combater tais enfermidades. É o caso de vegetais e legumes, como brócolis, cenoura e abóbora.

Mais importante do que comer bem é comer certo. Para ficar por dentro das propriedades nutricionais e funcionais dos alimentos, ninguém mais indicado para oferecer informações corretas do que o nutricionista, que, dentro de um programa de reeducação alimentar, poderá também orientar os tipos de alimentos e quantidades a serem ingeridas, explicando não só quais as propriedades nutricionais e calóricas, mas sim os benefícios à saúde e como incorporá-los à sua dieta diária para aproveitar ao máximo o que eles têm a oferecer.

Afinal, hábitos saudáveis representam saúde!

Publicado em Sua Saúde

Mudança de Hábito?

Terça, 01 Novembro201114: 20 - C20111106000000Terça30UTC 023030p://p02p.11UTC30/11pm11000000pmTerça/p30_638R/f000000112011-11-01T14:20:06+00:003020201111.01pm30UTC.p02p

 

Pesquisa aponta que o brasileiro está comendo mais frutas, legumes, verduras e aumentando a pratica de exercícios!

No Dia Mundial da Saúde, comemorado no último 4 de abril, o governo divulgou um estudo (realizado entre abril e dezembro de 2008, o qual entrevistou 54 mil pessoas de todas as classes sociais a partir dos 18 anos) que apontou dados inéditos sobre indicadores de qualidade de vida no Brasil.

O levantamento feito nas 26 capitais e no Distrito Federal, intitulado de Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2008), revelou que os brasileiros estão mais preocupados com a saúde. Além das questões sobre auto-avaliação do estado de saúde, tabagismo, consumo de álcool, prevenção de câncer, a pesquisa inclui questionário sobre hábitos alimentares, atividade física, excesso de peso e obesidade.

Obesidade

A pesquisa mostrou que hoje 13% dos adultos são obesos, sendo o índice maior entre as mulheres (13,6%) do que entre os homens (12,4%). Em 2006, 11,4% dos brasileiros eram obesos e, em 2007, esse índice havia subido para 12,9%. Já o excesso de peso se manteve estável nos últimos anos (43,3% dos brasileiros), e em todas as cidades, o excesso de peso foi mais freqüente em homens do que em mulheres, embora, na maioria das vezes, as diferenças tenham sido de pequena magnitude. O aumento é particularmente notável entre as faixas etárias 18-24 e 35-44 anos.

Alimentação

O hábito de beber refrigerantes também foi avaliado, onde a freqüência da ingestão regular foi de 27,8%, sendo superior entre homens (31,1%) do que entre mulheres (25,1%). Nos dois sexos, o consumo da bebida é frequente na faixa etária entre 18 e 24 anos, alcançando cerca de 40% das pessoas.
A boa notícia recai sobre o aumento do consumo de frutas e hortaliças (legumes e verduras), onde cerca de 15,7% dos brasileiros consomem a quantidade recomendada pela OMS (400 gramas, ou aproximadamente cinco porções em cinco dias ou mais da semana). Esse índice é quase três vezes mais do que em 2006. Em ambos os sexos, a ingestão regular de frutas, legumes e vegetais aumentou com a idade e com o nível da escolaridade dos indivíduos. De um modo geral, constatou-se que as mulheres se alimentam melhor.

"cerca de 15,7% dos brasileiros consomem a quantidade de frutas, legumes e verduras recomendada pela OMS"

Atividade Física

Em 2006, 14,9 da população era considerada ativa, segundo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2007, essa taxa ficou em 15,5% e, no ano passado, saltou para 16,4%. Esse crescimento no número de praticantes de atividades físicas durante o lazer vem acompanhado com a redução, de forma mais acentuada, do percentual de sedentários. Os dados mais recentes da pesquisa revelam ainda que os homens (20,6%) praticam atividade física com mais frequência do que as mulheres (12,8%).

Publicado em Sua Saúde
Pagina 5 de 6

blue green orange red

Nossos serviços são complementares à consulta com um médico ou nutricionista, não substituindo os serviços ou orientações destes profissionais.                                                                                      EMEX NUTRIÇÃO ORIENTADA. Todos os direitos reservados.

Login

Log in to your account or

Log in with Facebook

Register

«
»
Loading…